Meu Cadastro      Certificado Eventos      Clube de Vantagens

Newsletter



Cadastrar Remover

Clippping

ABRH-Brasil se reúne com lideranças estaduais.

Marcelo Cid

O ano de 2017 foi para lá de desafiador e, também, de grandes conquistas, novos projetos e ações de influência para a ABRH-Brasil, que tem sua atuação pautada pelas metas do ABRH 2020, projeto criado em 2014 com foco na sustentabilidade da associação e de suas 22 seccionais. Agora, movidas pela expectativa de um ano ainda mais promissor, as diretorias Executiva e Regional da associação estiveram reunidas com os presidentes das ABRHs estaduais, nos dias 19 e 20 de janeiro, na capital paulista, para definir o planejamento estratégico de 2018.

O objetivo foi o alinhamento de ações conjuntas para a implantação, em âmbito nacional, de produtos e serviços oferecidos hoje somente pela ABRH-Brasil (veja mais no quadro abaixo). Nos dois dias, os presidentes analisaram, avaliaram e definiram as estratégias de comercialização e a adesão de acordo com cada realidade local.

Além disso, os líderes das seccionais fizeram contribuições para o CONARH 2018 – 44º Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas, que a associação realizará em agosto, e deram início ao desenho do planejamento estratégico da sua seccional para, depois, compartilhar com seus diretores.

“Foram dois dias de muito trabalho e alta produtividade, mas, também, de convivência e interação intensas. Foi um momento de grande troca e celebração de um time de voluntários extremamente dedicados à evolução contínua da ABRH e, consequentemente, da gestão de pessoas no nosso país”, avalia Elaine Saad, presidente da ABRH-Brasil.

Durante o encontro, foi aprovado o SIGA – Sistema Integrado de Gestão ABRH, ferramenta tecnológica que será implantada, ainda em 2018, para unificar todas as informações da ABRH no país, o que permitirá uma atuação mais ágil e dinâmica e um atendimento ainda mais customizado aos associados.

“A reunião foi um grande momento, não apenas pelo lançamento de novos produtos em âmbito nacional, mas pela integração, transparência e a certeza de que juntos podemos fazer muito por nossa associação”, salienta Ricardo Mota, superintendente da ABRH-Brasil.

AGORA NACIONAL

Estes são os produtos e serviços que as seccionais da ABRH poderão disponibilizar a partir deste ano:

– ABRH Digital, plataforma de conteúdo em RH.

– Clube do Livro e cursos EaD para RH, ambos em parceria com a Casa Educação.

– Certificação Profissional em RH, viabilizada a partir de uma parceria com a entidade SHRM, dos Estados Unidos (leia mais nesta página).

– Programa RH Triple A, iniciativa inédita desenvolvida em conjunto com a Fundação Dom Cabral.

– Plataforma digital HSM Experience.

Mais detalhes sobre o portfólio da ABRH-Brasil estão disponíveis no link

 

www.abrhbrasil.org.br/cms/produtos-e-servicos

  

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Nova turma começa em março

 


 

Com aulas marcadas para ter início no dia 5 de março, a próxima edição do curso de certificação internacional para profissionais de Recursos Humanos, oferecido pela ABRH-Brasil em parceria com a entidade norte-americana SHRM – Society for Human Resource Management, está com as inscrições abertas. No Brasil, o curso é oferecido para as certificações SHRM-SCP e SHRM-CP, destinadas a profissionais de alta e média gerência, respectivamente, com o objetivo principal de permitir uma atualização profunda sobre práticas e conceitos de RH em nível global.

 

As aulas são ministradas por Marcela Castro, instrutora brasileira certificada pela SHRM Learning System, em português, e, também, por profissionais de destaque na área de Recursos Humanos do Brasil. No decorrer do curso, os participantes podem fazer simulados para medir o seu grau de conhecimento e preparo para a prova.

Ao vivo e on-line
Ministradas às segundas-feiras, as aulas seguirão até 4 de junho. Os participantes podem optar por duas formas de assisti-las: presencialmente, na capital paulista, ou pela internet, ao vivo, uma vez que o curso é transmitido on-line e disponibiliza um moderador para que o aluno possa interagir de qualquer parte do país com o instrutor.

3 EM 1
A inscrição inclui o curso preparatório, a associação por um ano à SHRM – maior entidade de Recursos Humanos do mundo – e a prova de certificação.

Confira os valores:

Associados ABRH
12 x R$ 475 no cartão de crédito ou R$ 5.708 à vista

Não associados ABRH
12 x R$ 584 no cartão de crédito ou R$7.008 à vista

Inscrições:
www.abrhbrasil.org.br/certificacao

Mais informações:
(11) 3124-8850
certificacao@abrhbrasil.org.br

 

EaD

Cargos e salários para atrair e reter talentos

GettyImages

Na próxima segunda-feira (5), a ABRH-Brasil e a Casa Educação iniciam a edição de 2018 do curso a distância Cargos e Salários – Como atrair e reter talentos, que tem como foco apresentar, de forma prática, a importância do processo na gestão de cargos e salários.

O curso ensina ainda como implantar e gerenciar um Programa de Cargos e Salários do início ao fim, percorrendo todas as suas etapas, assim como os principais obstáculos que devem ser superados.

Professora-líder para cursos a distância em RH da Casa Educação, Luciana Bezerra é a responsável pelo curso. Ela possui 25 anos de carreira em todos os subsistemas de Recursos Humanos e sua experiência profissional corporativa inclui empresas como: Moore Brasil, TNT Express, Satipel, Atento e Net Serviços de Comunicação.

Mais informações:
www.casaeducacao.com.br
cursos-abrhbrasil@casaeducacao.com.br
Tel. (11) 3097-8463

NOVIDADES À VISTA
A parceria da ABRH com a Casa Educação também oferece cursos a distância sobre formação de business partner e implantação de programa de avaliação de desempenho. Na próxima semana, o Pessoas de ValoRH trará novidades sobre a ampliação das temáticas abordadas nos cursos.

 

SECCIONAIS EM AÇÃO

Grupos de estudo no RS

Para estimular o debate sobre o que há de mais avançado em Recursos Humanos, propiciando a troca de experiências entre profissionais de diferentes segmentos, a seccional gaúcha da ABRH está com as inscrições abertas, até o próximo dia 4, para os grupos de estudo do primeiro semestre.
 

Neste ano, os participantes poderão escolher entre oito eixos temáticos: Coaching, Comunicação e Ações Motivacionais, Educação Corporativa e suas Tendências, Recrutamento e Seleção, Gestão Estratégica de RH, Liderança e Sucessão, Gestão de Carreira e Consultoria Interna.

Mais informações:
www.abrhrs.org.br
gruposdeestudo@abrhrs.org.br
Tel. (51) 3254-8257

 

PESQUISA

Brasileiros são mais engajados

Ao contrário do que vem sendo observado globalmente, o índice de engajamento dos trabalhadores no Brasil registrou um crescimento de oito pontos percentuais (p.p.) e fechou 2016 com 77%. Na média global, o índice de engajamento foi de 65% em 2015 e caiu, em 2016, para 63%. Os números são da consultoria em benefícios e capital humano Aon, que realizou uma pesquisa com funcionários em 1.000 empresas de todo o mundo.
 

No Brasil, um dos dados que mais chama a atenção é o número de colaboradores altamente engajados: 38% entraram nessa categoria em 2016, ante 30% em 2015. Além disso, o número de desengajados diminuiu: em 2015, correspondiam a 11% do total, já em 2016 foram apenas 8%. Da mesma forma, o índice de colaboradores com engajamento neutro caiu de 20% para 15%.
 

Com esses resultados, o país impulsionou uma melhora no engajamento médio da América Latina, que era de 72% em 2015 e chegou a 75% em 2016.

 

Apesar de nem todos os países latino-americanos apresentarem aumento, todos permaneceram acima dessa média mundial: o México teve queda de 4 p.p. e passou de 79% para 75%, já na Venezuela, que registrou o pior resultado por conta da volatilidade da economia e das incertezas políticas, o engajamento caiu 11 pontos percentuais e chegou a 69%.
 

Para Ken Oehler, líder global de Prática em Cultura e Engajamento da Aon, a baixa média global deve-se à ascensão de movimentos populistas nos Estados Unidos, Reino Unido e outras regiões. Com as principais economias se fechando para o intercâmbio de trabalho, a segurança do emprego está ameaçada em todo o mundo. “Menos funcionários estão engajados e a tendência é que essa situação continue nos próximos anos”, avalia.

  

Mais denúncias nas empresas

Dizem que as pessoas não se demitem das empresas, mas sim, de seus chefes. Um levantamento realizado pela ICTS Outsourcing, empresa de gestão de riscos, ética e compliance, traz subsídio para essa afirmação ao apontar que o líder é o principal foco do canal de denúncias das companhias, com 55,9% dos registros em 2017. O número corrobora a importância do anonimato e, não por acaso, as denúncias anônimas foram a opção escolhida por 69,7% dos denunciantes.
 

Também de acordo com o levantamento, que considerou uma amostra de 50 empresas usuárias de canais de denúncia, no período de 2014 a 2017 houve um aumento de 52,6% nos relatos, passando de 17.572 para 26.524 denúncias. Fatos como a eclosão da operação Lava Jato e a promulgação da Lei Anticorrupção, bem como a maior atenção da sociedade à exposição de situações de assédio moral e sexual, certamente estão impulsionando o uso desse instrumento no ambiente corporativo.
 

O estudo mostra, ainda, a maior preocupação das empresas em dar feedback aos denunciantes: o tempo de apuração caiu 43,6% e, em 2017, alcançou 36 dias em média.
 

Já quanto ao tipo de denúncia mais frequente, 42,7% são sobre problemas de relacionamento interpessoal; dessa fatia, os casos mais recorrentes foram de práticas abusivas, como assédio moral e sexual, agressão física, discriminação e preconceito, que representam 26% do total. Relatos sobre ilícitos e má intenção somaram 33,8% e o descumprimento de políticas, normas e procedimentos internos representaram 23,5%.

Para fazer download da página, clique aqui


 
Publicado: 01/02/2018
Voltar

Newsletter:

Cadastrar Remover
Participe do LinkedIn:

Rua das Palmeiras, número 685 - Edifício Contemporâneo
Empresarial, sala 1.504 - Santa Lúcia - 29.056-210
Vitória, ES - Brasil
Mapa de Localização

(27) 98836-0250 / 3324-8326 / 3225-0886

eventos@abrhes.org.br