ABRH-ES ganha regional no Sul do ES

Publicado: 05 de abril de 2019
Por Larissa Aquino

A ABRH-ES acaba de ganhar um braço representativo oficial no sul do Espírito Santo. A ‘Regional Sul’, como estamos chamando, com muito zelo por esta conquista, será conduzida pelo diretor Atílio Peixoto e está sediada em Cachoeiro de Itapemirim.   


Para te contar um pouco mais sobre esta novidade, convidamos Atílio para um bate-papo sobre expectativas e projeções do trabalho a ser realizado. Confira a seguir:

1. O que motivou a ABRH-ES a criar a Regional Sul e quais são as expectativas?

Ao longo dos últimos dois anos, tivemos a oportunidade de divulgar o trabalho e a missão da ABRH-ES no sul do Estado, por meio das instituições de ensino superior, empresas, associações e entidades de classe. Falar de gestão de pessoas e liderança, no contexto organizacional, é um tema de interesse comum para todos nós. Ao mesmo tempo, havia uma dificuldade, relacionada à distância, para que este público tivesse acesso às ações e aos eventos da ABRH-ES. Foi esse movimento que motivou a criação da regional.
 
As expectativas são as melhores possíveis. A região sul tem sua importância para a economia do Estado. Cachoeiro de Itapemirim é uma cidade com mais de 200 mil habitantes, com boa estrutura de faculdades e com enorme potencial. A presença da ABRH-ES vai proporcionar, por meio de suas ações, maior envolvimento das lideranças e dos gestores de Recursos Humanos na busca por conhecimento e soluções comuns.


2. Quais são os principais desafios da área de Gestão de Pessoas, neste momento, e como pretendem influenciar nesses pontos?

Se, por um lado, em função do cenário econômico, as empresas permanecem com seus quadros reduzidos e os funcionários precisam manter a entrega de resultados, por outro, há uma expectativa de retomada do crescimento, com aquecimento do mercado de trabalho. Soma-se a este cenário, a transformação digital, as mudanças nas relações de trabalho e no comportamento das pessoas.

Portanto, os desafios da área de gestão de pessoas estão relacionados ao desenvolvimento de profissionais que tenham a habilidade de influenciar pessoas de forma sustentável e positiva. Além disso, precisamos falar de ética, diversidade, sustentabilidade, saúde e empreendedorismo.

A agenda atual da ABRH-Brasil contempla cinco pilares: Educação, Trabalho, Liderança, Produtividade e Competitividade, que estão intimamente ligados aos nossos desafios. Pretendemos contribuir com ações que promovam debates, parcerias e se desdobrem em agendas colaborativas e prósperas.

3. Quais são as prioridades de atuação para este ano?

Pretendemos elaborar uma agenda, com o apoio da diretoria executiva da ABRH-ES, que nos permita executar uma programação de eventos, ao longo do ano. Indo além, buscaremos parcerias para que a Regional seja sustentável e consiga caminhar “com suas próprias pernas”.


4. Que tipos de ações serão realizadas no sul, a partir de agora?

Em Vitória, a ABRH-ES dispõe de um calendário de eventos bem estruturado e diversificado. A intenção é replicar alguns desses eventos em Cachoeiro, como workshops e circuito de boas práticas, considerando os temas mais relevantes para a nossa realidade.

Faremos a divulgação do Cearh, que acontecerá em junho, com objetivo de aumentar a delegação do sul que participará do maior congresso de gestão de pessoas do Espírito Santo. No segundo semestre, iremos disseminar o Prêmio Ser Humano, entre as empresas e faculdades da região, destacando que, nos dois últimos anos, tivemos vencedores da nossa região.

Outro ponto importante é revitalizar as parcerias com as faculdades, levando em conta o olhar para a formação dos futuros profissionais. Para realizarmos tudo isso, contaremos com uma equipe de voluntários, que está em fase de formação.


5. De que forma os estudantes e profissionais do sul poderão participar das iniciativas da ABRH-ES?

Pretendemos contar com a ajuda de alguns profissionais para construção das iniciativas da ABRH-ES no sul. Em seguida, divulgaremos o calendário de eventos entre as faculdades, os estudantes, os profissionais e as empresas.


6. O que representa para você estar à frente dessa primeira regional?

É um enorme desafio e responsabilidade. Somos uma associação formada por voluntários que cresce a cada dia e é reconhecida como a Casa da Gestão de Pessoas no Espírito Santo. Ao mesmo tempo, é uma satisfação e um reconhecimento do trabalho que vem sendo desenvolvido na região sul.

Posso dizer ainda que o tamanho da responsabilidade é proporcional à grandeza do time de diretores voluntários da ABRH-ES. Então, isso me tranquiliza também. Agradeço ao Conselho de Administração, à diretoria executiva e, em especial, à presidente Kátia Vasconcelos, pela confiança e parceria.   


7. Que mensagem você deixa para a Gestão de Pessoas em nosso Estado?

Precisamos unir nossas forçar para avançar. Acreditar. Fazer a diferença, não somente nas organizações, mas também na sociedade, e dentro de nós. Quando fazemos algo com amor e dedicação, o resultado é consistente. Consistência é o que pretendemos trazer em nossas iniciativas no sul do Estado.


Mais informações sobre as iniciativas da ABRH-ES, você encontra aqui em nosso site e nas redes sociais:

Facebook: /abrhes
Instagram: abrh.es
Linkedin: abrh-es
 

Compartilhe:

Receba Nossos Informativos:

Agenda Completa:

Agenda Completa

Filiada à:

Filiada à ABRH Nacional

Fale Conosco

Rua das Palmeiras, nº 685, Edifício Contemporâneo Empresarial, Sala 1.504,
Santa Lúcia - Vitória, ES - Brasil
CEP: 29056-210
27 98836-0250 / 3324-8326 / 3225-0886

Siga a ABRH-ES no Facebook

E RECEBA GRÁTIS AS MAIORES NOVIDADES DA GESTÃO DE RH DO ES.